MPT firma TAC que beneficia trabalhadores que costuravam para a empresa Lojas Renner

Rede varejista é responsável pela exploração de 37 costureiros bolivianos em uma oficina de costura quarteirizada

O Ministério Público do Trabalho firmou um Termo de Ajustamento de Conduta emergencial com as empresas de confecções Kabriolli Indústria e Comércio de Roupas Ltda. e Indústria Têxtil Betilha Ltda. para o pagamento das verbas rescisórias, verbas salariais e danos morais individuais aos 37 trabalhadores bolivianos resgatados em oficina quarteirizada que produzia roupas para a varejista Lojas Renner,  cujos valores alcançam quase R$ 1 milhão.  

Imprimir

Casa de shows é impedida de explorar trabalho infantil

Multa pelo descumprimento chega a R$ 50 mil

A casa de shows Perequê Praia Show Ltda.-EPP no Guarujá teve que assinar um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o Ministério Público do Trabalho em Santos, representado pelo procurador do Trabalho Rodrigo Lestrade Pedroso, por pretender lucrar com a mão de obra infantil em seu estabelecimento.

Imprimir

Combate ao trabalho escravo em debate no MPT-SP

Reunião da Conaete teve como temas OIT, imigrantes e terceirização

Aconteceu essa semana (12), na sede do Ministério Público do Trabalho em São Paulo (MPT-SP), o segundo encontro nacional da Coordenadoria Nacional de Erradicação do Trabalho Escravo (Conaete) para discutir propostas e perspectivas para 2015, bem como realizar um balanço das ações realizadas até então.

Imprimir